Mensagem do Mestre Espiritual sobre o COVID-19

Essa mensagem foi psicografada pelo Daniel Arcangelista na manhã do dia 06/04/2020. O Mestre Kenan Qazar, Mestre da Luz Verde do Arcanjo Raphael, ligado ao Poder da Cura (atuando ao lado do Mestre Kamir Arzbuj) transmitiu seus ensinamentos para que todos possam compreender de forma maior o que está acontecendo nessa Pandemia do COVID-19 ou Coronavírus.

English version: click here.

MENSAGEM DO MESTRE KENAN QAZAR – A mensagem original está em itálico e as observações do médium estão entre parênteses.

Saudações a todos!

A Humanidade vive um momento difícil, que transformará a maneira como viverão como encarnados e a relação que têm com a solidariedade, fraternidade e sororidade. Venho trazer alguns esclarecimentos e recomendações.

Esse vírus ataca o Sistema Respiratório do Corpo Físico, o que significa que ataca os Chakras Laríngeo (nariz, boca, garganta e pulmões) e o Cardíaco (timo – responsável pela imunidade), ou seja, os chakras da Comunicação e do Amor.

Vírus não é um ser vivo como vocês concebem. Vírus é um código, uma informação (fita de RNA) que entra em células e altera o funcionamento delas, gerando no corpo físico as condições propícias para que a pessoa sinta na carne o que está fazendo de errado e, nesse caso específico, o que está fazendo com a sua comunicação e amor para com o próximo.

Os Vírus não existem se a natureza não o permitir: ela permite alguns e a outros não. A Mãe Terra é um ser vivo no qual encarnados e desencarnados habitam, mas existem limites nessa convivência, existem condições para que vivam nela. Sempre que houver necessidade, haverá correção da parte dela para com a humanidade.

Especificamente sobre o COVID-19, o planeta permitiu a mutação do código, da informação, ao qual chamam de vírus, para gerar um último alerta: Comuniquem-se com Amor, senão será a extinção da humanidade como esta é conhecida.

Digo o último alerta porque já existiram outros antes, como no caso da Gripe Espanhola por exemplo. Naquela ocasião a humanidade foi forçada a recuar no caminho que estava, em relação à conhecida primeira grande guerra.

Recentemente as diversas gripes denominadas SARS, Aviária, Suína (H1N1), MERS, além da chamada “gripe comum” que sozinha desencarna mais de 250 mil pessoas por ano, são os alertas que a maioria não estava levando a sério. Quando um cachorro rosna, isso é um alerta. Quando ele late, é o último alerta. E o que fazemos? Ignoramos os alertas ou prestamos atenção?

A maioria das pessoas pensam que se o cachorro for pequeno, é só ignorá-lo e tudo bem. Então, com essa atitude, estão dizendo que tem que vir algo maior, e maior e maior para prestarem atenção.

A humanidade não será destruída por um vírus. O vírus é o alerta para quem não ouve a voz carinhosa da espiritualidade. Se nós e a Mãe Terra não fizermos nada, a humanidade irá se autodestruir em mentiras, que levarão às guerras. Mas agora não serão mais as guerras com bombas e tiros. Serão guerras silenciosas: a guerra da informação.

A informação é o novo ouro da humanidade. Tudo o que é feito, todas as grandes decisões são baseadas nas informações. Mas e se elas forem falsas, o que acontecerá?

A ilusão dos sentidos está tomando conta da mente dos encarnados. A tecnologia deve sim ser usada, pois ela faz parte e ajuda na evolução da consciência humana. No entanto ela não pode ser usada como “muleta” para apoiar a prática do distanciamento dos valores da honra, da palavra verdadeira, do cuidado e carinho com o outro.

A comunicação a distância criou a falsa sensação de que anônimos podem dizer o que quiserem, pois “não serão pegos”, mas isso é um infantil engano. Quando isso é feito por poucas pessoas, a correção é pontual. Mas quando isso se torna geral, então a correção deve ser global.

Então a luta de vocês não deve ser contra o vírus, pois ele é só o alerta. A luta é contra os costumes humanos que os levarão à decadência. Mentir, não se responsabilizar pelo que diz e compartilhar falsas notícias não são coisas inofensivas como pode parecer. Compartilhar uma informação errada ou maliciosa não tem pequeno alcance como pode parecer. Isso é coisa muito séria!

O que fez a humanidade evoluir tanto, distanciando-se dos homens das cavernas, foi exatamente a transmissão de conhecimentos de uma geração para a outra. A comunicação verdadeira transmitida com amor, para ver os seus esforços servindo de base sólida para a próxima geração é a base da evolução. Se não houvesse essa transmissão de conhecimentos, não haveria progresso na espécie humana. Propagar informação errada é como ter uma doença degenerativa, que vai corroendo até as entranhas.

Não há problemas em haver muita informação. O problema é haver muita informação falsa ou meias verdades. A comunicação deve ser sólida, verossímil, com respeito e carinho para com a vida do outro.

Se a prática de espalhar mentiras, meias verdades ou verdades manipuladas fosse de poucos, não haveria infecção em massa pelo vírus. Esse vírus é compartilhado pelo que sai da boca (por gotículas de saliva), para mostrar de maneira materializada que a informação que compartilham é perigosa sim.

O isolamento social, como prevenção, é a maneira material de impedir que o vírus seja disseminado. Mas ainda há a comunicação a distância, que não transmite vírus físico, mas ainda pode permitir que os encarnados continuem a mentir. Esse processo de isolamento está forçando as pessoas a se interiorizarem, olharem para si, para seus medos e fobias, que são a verdadeira origem do comportamento de espalhar mentiras e a verdadeira origem dessa pandemia.

Quando uma pessoa não suporta a si mesma, ela não suporta a humanidade e, inconscientemente, procura destruí-la. Ao invés de se unirem para transmitir o conhecimento verdadeiro sobre as descobertas, preferem dizer: a humanidade não tem jeito mesmo!

A fraqueza, a baixa imunidade é gerada em si mesmo. Quando uma pessoa desiste da humanidade, ela se torna fraca. O pessimismo, a falta de perspectiva, que muitas vezes é chamada de “realidade”, na verdade é a “grande mentira”, pois a realidade é que pessoas felizes são fortes, pessoas idôneas são fortes, pessoas que vivem com consciência são fortes. Se a humanidade não fosse importante, a Mãe Terra não estaria emitindo esse alerta (o vírus). Ela deixaria simplesmente que a humanidade fosse extinta.

Chegou o momento dos encarnados perceberem que seus atos têm consequências. E mesmo que sejam atos silenciosos aos olhos materiais, nada passa desapercebido dos olhos da Mãe Terra e da espiritualidade.

Sair dessa situação depende da mudança de comportamento da maioria da humanidade. Mesmo em isolamento físico, o vírus só irá parar de ter seus efeitos quando as pessoas também se comunicarem com amor a si e ao próximo, seja presencialmente ou pela internet. Enquanto isso não acontecer, haverá uma segunda onda, uma terceira onda e assim por diante. Não são todos que irão aprender, mas se a maioria aprender e rápido, o vírus para de ter função e somente aqueles poucos que precisarem terão suas punições, particularmente.

Portanto, as diretrizes que já foram passadas há 2.452 anos atrás, pelo nosso enviado Sócrates, possivelmente agora serão melhor compreendidas. Antes de consumir, produzir ou transmitir uma informação, observe:

  1. VERDADE: A informação que você consome, produz ou transmite é real? Baseada em quê? Quem a gerou é especialista na área? Você já verificou? Se não, não transmita.
  2. BONDADE: A informação que você consome, produz ou transmite faz parte do que há de melhor em você ou provém de uma raiva pela humanidade? Se for por raiva, não transmita e ainda corrija-se, para não ter maiores complicações com os vírus que circulam.
  3. NECESSIDADE: A informação que você consome, produz ou transmite gerará mais consciência, aprendizado coletivo, alegria ou esperança? Se não for, não transmita.

Desejo que todos compreendam essa mensagem e possam prosseguir bem, agora e durante todo o restante da transição planetária.

Eu sou o Mestre Kenan Qazar, Ishim do Arcanjo Raphael, servindo na Quinta Esfera Humana Ascendente.

Comentário do médium Daniel Arcangelista:

Se fosse possível resumir o que o Mestre transmitiu, baseado no que senti durante a psicografia, diria que se nós parássemos de compartilhar informações sensacionalistas e duvidosas e passássemos a compartilhar notícias orientadoras (feitas por especialistas) ou que ajudassem a melhorar a calma e o ânimo das pessoas, geraríamos uma ação em cadeia de coragem, o que tornaria nossos sistemas imunológicos mais fortes e enfrentaríamos com mais facilidade esse momento, além de gerar o legado de um novo comportamento em sociedade e também na postura de prestarmos mais atenção àquilo que os Mestres Espirituais querem ensinar, para que soframos menos.

A presença do Mestre Kenan Qazar abre o que o Mestre Kamir Arzbuj disse em 2019 que aconteceria: apresentação dos outros seis Mestres do Arcangelismo, um de cada Luz. Saiba mais aqui >

Conheça mais sobre o Arcangelismo baixando gratuitamente o livro Arcangelismo: a Ética Espiritual do Novo Milênio.

Fiquem todos com Deus! Que assim seja!

Equipe de Comunicação da Casa de Miguel

Reiteramos que para manter-se atualizado sobre o Coronavírus é altamente recomendável que todos consultem os canais oficiais, como o site da OPAS/OMS, que traz informações atualizadas em vários idiomas, incluindo português, ajudando-nos a entender e acompanhar as informações sobre o avanço do COVID–19, para que cada um de nós possamos nos programar e agir.