O que é a Umbanda

Umbanda Sagrada - Casa de Miguel ArcanjoA Umbanda é uma religião brasileira, nascida para o plano material a partir da manifestação do Sr. Caboclo das 7 Encruzilhadas, incorporado no médium Zélio Fernandino de Moraes, no Rio de Janeiro em 1908.

Durante seu primeiro século de existência vem sendo trazido pela espiritualidade toda a fundamentação desta nova religião, que até então havia se baseado nos ritos e conceitos do Candomblé, Pajelança e Espiritismo. Para alguns grupos ainda foram incluídos elementos de outras religiões, principalmente do Cristianismo.

Podemos interpretar a Umbanda por dois prismas diferentes:

1. Do ponto de vista material a Umbanda se assemelha ao Candomblé (Cultos de Nação) e em outros grupos, estão mais próximos às práticas Espíritas. Assim, a interpretação de que a Umbanda seja proveniente das religiões citadas não chega a ser errada e, aliás, é a visão mais difundida.

2. Já do ponto de vista Espiritual e Divino, a Umbanda é uma Religião nova, uma renovação no modo de se exercer a fé em Deus, o Sagrado Olorum.

Sabemos que toda religião, antes de se concretizar no plano material, tem sua formação a partir das hierarquias espirituais/divinas que se organizam, formando uma nova egrégora, com o fim de proporcionar aos encarnados e desencarnados uma nova via de evolução, ou seja, uma nova maneira de ver O Criador, que melhor se adeque às necessidades íntimas de um grupo de pessoas, acelerando assim suas evoluções.

Por este motivo temos tantas religiões e, sem dúvida alguma, cada uma é legítima e necessária para cada grupo de pessoas. Vendo desta maneira, é totalmente injustificável quaisquer atos de intolerância religiosa para com a crença do outro.

Mas, voltando à Umbanda, gostaria de colocar alguns diferenciais importantes para que se faça a distinção e se quebre algumas confusões existentes:

Umbanda e Espiritismo: Ambas são religiões mediúnicas, porém, na Umbanda a prática da Magia faz parte de sua fundamentação. A prática mediúnica na Umbanda se dá preferencialmente através da Incorporação de Entidades Espirituais conhecidas como Caboclos, Pretos-Velhos, Marinheiros, Baianos, Boiadeiros, Crianças e Ciganos (Linha do Oriente), além de Exu, Pomba-Gira e Exu-Mirim.

No Espiritismo são desenvolvidos diversas potencialidades mediúnicas e, quanto às incorporações, em geral, manifestam-se espíritos conselheiros e médicos, porém com arquétipos diversos dos da Umbanda.

Mas provavelmente o diferencial mais marcante esteja na prática, sendo que no Espiritismo a assistência participa de palestras instrutivas, seguidas de passes executados pelos encarnados, assistidos pelo plano espiritual; já na Umbanda a assistência é atendida diretamente pelas entidades presentes na Gira, que além dos “passes” e aconselhamentos, é comum que sejam desmanchados “trabalhos de magias negras”, como são conhecidos popularmente.

Como dissemos anteriormente, não existe uma melhor que a outra, apenas, a mais adequada para cada situação e necessidade íntima.

Umbanda Pontos RiscadosUmbanda e Candomblé: Ambas são religiões mediúnicas e magísticas, ou seja, se utilizam dos elementos da natureza para concretizar os trabalhos de limpeza energética e espiritual de quem se põe à disposição.

A grosso modo, no Candomblé as manifestações mediúnicas provém da “Incorporação dos Orixás” e na Umbanda da “Incorporação de Espíritos mensageiros dos Orixás”.

A Magia na Umbanda se concentra no uso de pedras, velas, fitas e tecidos, fumo, algumas bebidas e ervas, sendo que o sacrifício animal não faz parte do fundamento da religião.

Nos Cultos de Nação poucos ou apenas o Babalorixá (dirigente) tem manifestação mediúnica durante os cultos e na Umbanda a incorporação coletiva é o objetivo.

 _____________ / _____________

Enfim, são muitas as diferenças fundamentais entre estas três religiões, mas coloquei algumas que são normalmente perguntadas por meus alunos.

Outra questão que acredito ser importante esclarecer é que a Umbanda não é uma religião politeísta como gostam de dizer alguns opositores a ela.

7 Linhas OrixásO Umbandista cultua Olorum (Deus) e reconhece as diversas manifestações d´Ele, tanto na natureza exterior quanto na sua própria (interior), como os Sagrados Orixás. Assim, entendemos os Orixás como as qualidades manifestadas de Olorum.

Assim, reconhecemos a Deus através da Fé (Oxalá), do Amor (Oxum), do Conhecimento (Oxóssi), da Justiça (Xangô), da Lei (Ogum), da Evolução (Obaluaiê) e da Geração (Yemanjá), assim como percebemos O Criador através da natureza terrestre ou elementos, ou seja, através da água, do ar, da terra, dos vegetais, dos minerais, do fogo e dos cristais.

Portanto, quando falamos de Oxalá, estamos falando das qualidades da Fé, religiosidade, confiança, esperança e paz emanadas por Olorum, para tudo e para todos.

Mas a melhor maneira de definir a Umbanda é a caridade, demonstrada na prática de seus cultos, na humildade e respeito que somos tratados pelos amados Guias Espirituais e pela Luz de Olorum e dos Sagrados Orixás em nossas vidas.

Convido você a continuar sua pesquisa sobre a Umbanda através dos outros textos que disponibilizamos aqui no site.

Saravá Filhos de Fé!
Saravá a Umbanda!
Saravá os Guias de Umbanda!
Saravá os Sagrados Orixás!
Saravá Olorum!


Saiba como tomar passe nas Giras de Umbanda realizadas na Casa de Miguel Arcanjo

Oxalá | Oyá | Oxum | Oxumaré | Oxóssi | Obá | Xangô | Egunitá | Ogum | Yansã | Obaluaiê | Nanã | Yemanjá | Omulu


2 comentários em “O que é a Umbanda

Deixe uma resposta

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.