Que fazer com tantas técnicas?

criacao-do-universo-foto

Em um determinado ponto de nossas vidas, percebemos que existe um universo cheio de possibilidades e conhecimentos desconhecidos por nós.

Não importa por onde essas descobertas tenham se iniciado, pode ter sido por indicação de algum amigo, pode ter ocorrido por causa de algum problema apresentado pela vida, e com isso termos sido ajudados e orientados, e decidimos aprender como esta pessoa nos ajudou, o que ela sabe que eu também posso aprender, enfim, com o início dos estudos vamos percebendo que existem muitas outras técnicas, muitos outros recursos disponíveis e iniciamos nossa caminhada absorvedora de conhecimentos, técnicas, curas, oráculos, rituais, ensinamentos, manipulações energéticas, etc.

Tarô, runas, feng shui, radiestesia, radiônica, Apometria, reiki, vidência, incorporação, sensitividade, irradiação, bioenergia, aromaterapeuta, cabala, astrologia, mediunidade, quiromancia, quirologia, iridologia, cromoterapia, aromaterapia, metafísica, regressão, T.V.P, hipnose, sugestão, leitura fria, etc, todas válidas, todas funcionam, e agora?

O que eu faço com tudo isso?

Como escolher a correta para usar em meu benefício e no benefício das pessoas que me pedem ajuda?

Essa é uma questão muito importante para todos os que estão tão ligados a essa área do conhecimento, pois quem foi envolvido por essa energia, nunca se cansa de aprender, nunca se cansa de estudar, absorver mais e mais, ir mais fundo nas questões, mas o que acontece geralmente é que esses conhecimentos adquiridos se tornam fragmentados, técnicas soltas, e esse é o grande problema.

Não foi à toa que não citei a Magia Divina até este momento, pois se voltarmos um pouco na história, veremos que a magia sempre englobou todas as técnicas existentes da época, o verdadeiro mago era a pessoa que reunia em si o conhecimento de todas as técnicas, e as aplicava de acordo com a necessidade apresentada.

Acredito que quem está nesta situação, traz dentro de si um mago, um grande absorvedor de conhecimentos e aplicador deles em benefício seu e de seus semelhantes.

Essa é a chave, tudo é energia, e cada técnica foi desenvolvida para beneficiar um aspecto.

Existem técnicas que são mais limitadas, porém específicas no seu propósito.

Outras mais abrangentes, outras englobam a identificação e a cura do que foi identificado, outras somente aconselham, outras somente curam sem conselhos, umas vão a níveis energéticos , outras a níveis psicológicos, mentais, atuam em tudo, mas todas servem ao fim que foram criadas.

Técnicas podem ser complementadas, foram criadas para serem usadas plenamente dentro de seu campo de ação, e é só isso.

Pode-se utilizar, por exemplo, a Apometria, desdobrar os corpos do paciente, aplicar bioenergia em algum corpo ou espírito que ali se encontrar, pode-se com isso utilizar os conhecimentos já abertos de Magia Divina para atuar  no que ali se apresentou tanto no presente, no passado e no futuro do paciente, com as técnicas de cromoterapia indicar águas  e tratamentos para se fazer em casa, com a radiestesia e o Feng shui, curar a parte física do imóvel do consulente, com o feng Shui da personalidade entender o motivo de desarmonias na família e corrigi-los, limpar astralmente todas as ligações que este paciente tiver em desequilíbrio com a Magia Divina e auxiliá-lo na cura de doenças físicas se for preciso, com a mediunidade se ligar ao seu mestre de magia para que ele lhe auxilie no melhor caminho para a cura e com todas as determinações que você precisará abranger, enfim, com um só paciente, existe tantos níveis de cura e atuações que escreveria um livro ao invés de um artigo se fosse citá-las, TODAS UNIDAS, trabalhando juntas e entendendo sua real utilidade e serventia naquele momento.

O melhor de tudo é que todas têm alguns aspectos em comum, são manipulações energéticas, porque tudo é energia, e sempre tem seu início no aplicador, VOCÊ!

Quanto mais abrangente for seu conhecimento na área que você vai utilizar, mais pontual e eficiente será a cura.

Também é importante ressaltar que não é que seja necessário que se saiba todas essas técnicas, isso vem com os anos de muita dedicação e estudo, e acaba acontecendo quase que naturalmente, mas o que quero frisar é que se dedique plenamente à técnica que escolher, vá fundo e aprenda todas as oportunidades que ela pode te proporcionar, não seja superficial com você mesmo, aprendendo um pouquinho de várias técnicas e não sendo dominador de nenhuma, isso também não vai te levar a uma satisfação consistente.

Use com sabedoria tudo o que aprender, e seja um verdadeiro Agente Divino.

Curta nossa página no Facebook e fique sempre atualizado, clique aqui

Veja nossa Agenda de cursos, clique aqui

Até a próxima,  Suely Cyrino.

borboletas_1914

 

Um comentário em “Que fazer com tantas técnicas?

Deixe uma resposta

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.