Publicado em

Chico Xavier

Há 17 anos o Brasil e o mundo se despediam de Chico Xavier.

O homem simples que, apesar de professar a fé espírita, transcendeu religiões pela prática do bem, fechou os olhos para o mundo dos vivos para dar lugar ao mito que permanece mais presente do que nunca nos corações de quem o admira.

Francisco Cândido Xavier, ícone do Espiritismo no Brasil, faleceu no dia 30 de junho de 2002. Como numa profecia, o médium havia dito que queria morrer num momento de alegria para os brasileiros. Ele acertou: naquele dia, a seleção de futebol foi pentacampeã da Copa do Mundo.

O “mui amado Tio Chico”, como gostavam de chamá-lo os amigos mais próximos, retornava à pátria espiritual a qual ajudou a desvendar por meio de mensagens orais e escritas, ditadas pelos espíritos. Em contato com o mundo invisível desde criança, faculdade denominada pela doutrina espírita de mediunidade, Chico Xavier psicografou mais de 400 livros, entre romances, poesias, livros de mensagens e de estudo, mesmo tendo concluído apenas o ensino primário.

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

Além dos livros publicados, Chico ganhou fama depois das participações no programa de televisão Pinga Fogo, veiculado pela extinta TV Tupi Canal 4 de São Paulo, nos dias 28 de julho e 21 de dezembro de 1971. O primeiro programa, com previsão inicial para durar uma hora, acabou por se estender por mais de três horas, enquanto a segunda edição durou quatro horas.

Ao vivo e com retransmissão em rede nacional – fato pouco comum para as emissoras de TV da época -, o médium foi sabatinado por jornalistas conceituados como Saulo Gomes, Herculano Pires e Durval Monteiro, além do intelectual católico João Scantimburgo e do cientista espiritista Hernani Guimarães Andrade. Foi um inegável sucesso de audiência, com 75% dos televisores da cidade de São Paulo sintonizados no programa.


Clique aqui e baixe gratuitamente o eBook do Chico Xavier


Apesar da notoriedade, o mineiro era exemplo de humildade. Todo o dinheiro da venda dos livros foi destinado a obras assistenciais, primeiro em Pedro Leopoldo (MG), onde nasceu, depois em Uberaba (MG), onde passou a viver no final da década de 50. Mais do que livros e programas de TV para divulgar o espiritismo, Chico deixou um legado de consolação, amor e caridade.

A obra de Chico Xavier – escrita e exemplificada – continua, mesmo após seu desencarne, a orientar e acalentar o coração de milhares de pessoas. O médium faleceu em Uberaba, aos 92 anos, por um ataque cardíaco.

Publicado em

Olho de Hórus: Magia e Ocultismo

Cruz Ank com Olho de Hórus

Hórus é o deus egípcio dos céus, dos vivos e da guerra. Filho de Osíris e Ísis, com cabeça de falcão e os olhos que representavam o Sol e a Lua.

Especificamente o símbolo denominado Olho de Hórus (ou Udyat) tem muitos significados e usos, os mais comuns e genéricos são os de poder e proteção.

O Olho de Hórus é a representação esotérica do despertar da consciência, a “abertura espiritual que leva aos caminhos celestes”. E, como ensinavam os antigos hierofantes, isso quer dizer o seguinte: “Irmão, desperta na Luz do Senhor!”.

Só o Todo conhece os grandes arcanos que inspiram o trabalho dos iniciados espirituais!

Segundo o mito egípcio, o olho esquerdo de Hórus simbolizava a lua e o direito, o sol. Durante um duelo pouco depois da formação do universo, o deus Set arrancou o olho esquerdo de Hórus, o qual foi substituído por este amuleto.

Como o amuleto não lhe dava plena visão, foi-lhe posta também uma serpente sobre sua cabeça. Após se recuperar, Hórus organizou novas batalhas que o levaram à vitória decisiva sobre Set.

O amuleto, então, passou a representar a união do olho humano com a vista do falcão, animal simbólico de Hórus. Era usado, em vida, para afugentar o mau-olhado e, após a morte, contra infortúnios do Além.

Esse símbolo ainda encerra em si outros significados ocultos e mágicos que são abordados em alguns cursos ministrados na Casa de Miguel. Conheça um pouco mais sobre o nosso trabalho, clicando neste link.

Publicado em

Por que estudar espiritualidade?

Muitos de nós chegamos aos estudos espiritualistas através do fantástico!

Fatos fantásticos, inexplicáveis ou sobrenaturais que ocorrem em nossas vidas despertam tanta curiosidade que nos sentimos impelidos a buscar uma explicação.

Infelizmente, no senso comum, acredita-se que os estudos espiritualistas (de maneira geral) são simples, como um jogo de respostas de sim ou não, com regras simples e bem definidas, como o conceito de que “se alguém não gosta de você significa que vocês tem um karma para resolver de vidas passadas”. Isso é tão superficial quanto dizer que o sentido da vida é o trabalho.

Se o sentido da vida é o trabalho, então as criança devem se preparar para ele e os anciãos devem se beneficiar dele, mas, na prática, a vida ainda tem sentido na saúde, no aprendizado, na família, no lazer, nas realizações pessoais que não tem nada a ver com fazer algo externamente.

Então, se você se antagoniza com alguém, a resposta sempre será as vidas passadas? Será mesmo? Será que o antagonismo não vem desta vida mesmo? Será que a pessoa vê em você o reflexo de alguém (outra pessoa) que ela não gosta? Será que não é só impressão sua? Será que não se trata apenas de diferenças entre a sua personalidade e a da outra pessoa? Será que ela não está sofrendo uma obsessão espiritual? Será que ela é assim só com você ou com todo mundo?

São tantas as possibilidades que não se pode resumir uma questão como essa a uma simples receita de bolo.

Alguém pode dizer que não acredita em espiritualidade, mas ela existe, independentemente de que se acredite ou não nela.

Há pouco tempo poderíamos dizer que o “teletransporte” era coisa de ficção científica ou uma “bobagem” de algum espiritualista que acredita em coisas que não existem. Pois é, cientistas dedicados à física quântica já conseguiram fazer isso em laboratório, transportando uma partícula de um lugar para outro. Isso mesmo, ela some de um lugar e aparece em outro, e ainda mais, pode até estar nos dois lugares ao mesmo tempo. (clique para ver a matéria)

Alguns poderiam dizer que transformar chumbo em ouro é coisa de contos de fadas ou delírio de velhos alquimistas. Pois é, cientistas nos EUA fazem isso desde 1980 em aceleradores de partículas, e não só ouro como outros elementos também, provando que é possível. (clique para ver a matéria).


Venha expandir seus conhecimentos com a Casa de Miguel
Clique aqui para ver nossos próximos Eventos


Mas enfim, não queremos aqui mudar a opinião de quem está resoluto em não acreditar e sim, fortalecer o posicionamento de quem quer ESTUDAR sobre espiritualidade, consciência humana e fenômenos sobrenaturais!

Eis a questão! Os estudos espiritualistas não são feitos de receitinhas de bolo…

São assuntos e mais assuntos, tomando uma extensão tão grande quanto qualquer outra matéria do conhecimento humano sobre a natureza.

Em mim esse caminho foi natural, pois, sempre as informações foram chegando e eu (com essa cabeça de cientista que não me larga), fui ao longo dos anos juntando informações, testando-as na prática, descantando aquilo que não procede e amoldando o que é real, mesmo que não seja tão palpável à maioria das pessoas.

jesus ensinandoPara a maioria das pessoas os fenômenos espirituais são como procurar planetas fora de nossa galáxia. Sabemos que eles existem, mas não conseguimos vê-los.

Outras, querem que esses estudos e práticas resolvam certas situações do seu dia a dia que nada tem a ver com a espiritualidade, mas sim, com o “fazer” e a “competência para fazer”. Como na máxima comumente usada: como você quer arrumar um emprego sem sair para entregar seus currículos!

Os estudos espiritualistas servem para fazer o ser humano se encontrar com sua própria natureza íntima e a natureza Divina das coisas que nos circundam. Serve para dar “brilho à vida”, sabendo-se que não somos como máquinas, que são programadas para executar aquela rotina.

Também serve para questões mais imediatas como ajudar a si ou a alguém a se livrar das drogas, das depressões, das “mortes internas”, da solidão, o desânimo, da maldade (aquilo que nos faz mal). Isso é o lado Fé e que está presente em todas as religiões.

Porém, para quem quer encontrar um sentido na vida além da Fé, precisa se aprofundar nas Ciências Espirituais e, é aí que entra o foco da Casa de Miguel, oferecendo a todos um Novo Ponto de Partida.

Grande abraço,

Daniel Souza

Publicado em

Allan Kardec: um pouco de sua história

Busto de Allan Kardec em bronze

Em 31 de Março de 1869, desencarnou o francês Allan Kardec, decodificador da doutrina espírita deixando um grande legado não só para os espíritas, mas para todos que buscam aprender sobre si mesmos.

Seu nome de batismo era Hippolyte Leon Denizard Rivail, como era pedagogo, optou por usar um pseudônimo para diferenciar seu trabalho espiritual do pedagógico.
Em outra encarnação, foi druida na Gália e, chamava-se Allan Kardec, daí a escolha desse pseudônimo.

O professor Rivail era grande defensor da democratização do ensino público, mantendo em sua própria residência cursos gratuitos variados.

Dedicou-se a compreensão espiritual dos fenômenos científicos, filosóficos e religiosos, iniciando em 18 de abril de 1857 a publicação das obras da Codificação do Espiritismo.

Em 1857 publicou O Livro dos Espíritos;

Em 1958, fundou a Revista Espírita e a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas;

Em 1861 publicou o Livro dos Médiuns;

Em 1864, o Evangelho segundo o Espiritismo;

Em 1865, O Céu e o Inferno ou A Justiça Divina Segundo o Espiritismo;

Em 1868, A Gênese, os Milagres e as Predições segundo o Espiritismo;

E, em 1890, após sua morte, veio à luz, Obras Póstumas.

Nós da Casa de Miguel Arcanjo, trilhamos o caminho espiritual esotérico Universalista, e prestamos nossa homenagem a quem como Allan Kardec, contribuiu sistematicamente para o avanço do autoconhecimento, nos dando base para o contínuo aprimoramento rumo à expansão consciencial.

Sempre em frente!

Publicado em

Feng Shui: Quarto, Sala e demais ambientes

Sala decorada com sofás, almofadas, mesa de centro e plantas e tapete

Há alguns anos o estilo decorativo Feng Shui foi uma grande febre e atualmente, apesar de não estar tão em evidência, continua sendo boa pedida para aliar a decoração e a organização do espaço de forma a criar melhores energias à sua volta.

Feng significa vento e Shui significa água e o uso desta técnica proporciona o a alocação correta de móveis e objetos para trazer sorte, boa saúde, equilíbrio na família, nos relacionamentos e nas demais áreas da vida.

Aqui vão algumas dicas sobre quais elementos usar e como trabalhar com eles:

  • Objetos brilhantes como espelhos, bolas de cristal feng shui e luzes artificiais;
  • Os sons da casa que devem ser produzidos por campainhas e música;
  • A força vital que será produzida por plantas por exemplo;
  • A Energia Cinética que provem de fontes de água e ventiladores de ar;
  • Objetos de peso como colunas e esculturas para trazer estabilidade;
  • Energia elétrica tendo uma enorme atenção quanto ao local em que se colocam;
  • Os símbolos, como uma flauta de bambu;
  • Outros objetos que se podem utilizar para este estilo decorativo são os quadros, bandeiras, cortinas, incenso.

Tudo deve ser pensado ao pormenor, para que realmente a decoração da sua casa promova efeito em nível pessoal e familiar, de modo a trazer boas energias e prosperidade. Aconselhamos que:

1. Uma casa de forma quadrada é o essencial sendo também importante que a entrada seja uma área livre. A proteção deve estar assegurada por árvores, montanhas ou outros edifícios em seu redor. Um elemento importante pode ser aplicado do lado esquerdo, sendo este uma fonte ou um lago para favorecer a fortuna. Deve ser evitado colocar as piscinas detrás da sua casa e sim colocá-las na parte da frente e de forma redonda.

2. Evitar os objetos agudos, as plantas de folhas pontiagudas, cantos, mesas quadradas, vigas, pilares. Um dos fundamentos essenciais do Feng Shui é utilizar as energia da força universal que nos rodeia. Os objetos redondos e espirais irão ser importantes para impedir a energia de estagnação. As linhas retas também não são favoráveis e se tiver uma mesa quadrada ou retangular deve colocar em cima objetos redondos.

3. Na parte da frente da casa devem ser colocadas divisões como a sala e a cozinha e na parte traseira da casa os quartos e o escritório.

4. A casa deve estar sempre limpa e arrumada para que as energias possam fluir livremente sem impedimentos. Deve-se evitar objetos que não servem para nada;

5. Os animais de estimação são aconselháveis, como por exemplo as tartarugas e os gatos;

6. Os espelhos não devem estar à frente da porta da entrada, à frente de janelas e nos quartos;

7. As portas e as janelas não devem estar alinhadas e se estiverem deverá tapar com biombos ou cortinas;

8. Os objetos que têm a ver com a água devem ser colocados na parte posterior da casa para atrair o dinheiro. Jamais se deve colocar debaixo das escadas porque fará com que hajam conflitos familiares;

A decoração Feng Shui é um estilo que tem como objetivo manter a prosperidade familiar indo ao encontro da harmonia por isso é muito importante que todos os elementos sejam utilizados com a maior organização possível.

Publicado em

Problemas com a Mediunidade

mediunidadePeso nos ombros e pescoço, dores nas costas, dores de cabeça, enjoo no estômago, fraqueza nas pernas, desânimo, bocejando muito, sonolência, pressão no alto da cabeça, insônia, sensação de perseguição, taquicardia, sensação de frio constante, dificuldade de raciocínio, emoções à flor da pele são casos leves que indicam a presença de espíritos sofredores ou até de obsessores. Principalmente quando você percebe que aconteceu de um momento para outro. Você estava bem e de repente começou a sentir-se com um mal-estar geral.

Nenhum de nós está livre disso, mas para as pessoas que têm “Sensibilidade Mediúnica”, estes efeitos parecem se multiplicar por 10, podendo deixar a pessoa realmente prostrada, sem condição de fazer nada.

Dentro das casas religiosas todos têm as suas maneiras de resolver estas questões, mas às vezes o caso é mais grave e permanente, gerando um estado contínuo de incômodo.

Nestes casos é necessário uma intervenção de quem tem experiência em lidar com estas situações e que pode ir a fundo no caso para resolver.

desequilibrio-mediunico_3Existem obsessões provenientes de vidas passadas e outras que só se apresentam em hora marcada (ex. à meia-noite) ou em locais determinados (ex. só no seu quarto de dormir), por isso, os clarividentes comuns não conseguem perceber onde está a causa do problema.

Outras obsessões são provenientes de magias negras feitas há séculos, às vezes por conta de contratos e pactos feitos em outras vidas.

Virar o espírito ou o Orixá da pessoa, amarrar e prender seus guias espirituais, rezas, feitiços, encantamentos, sacrifícios e despachos também são causas que quase nunca são identificadas e tudo isso desequilibra profundamente a mediunidade, que acaba alterando todo o estado de consciência da pessoa, negativando-a e levando-a a apresentar doenças físicas ou vícios como as drogas ou o alcoolismo.

Nós da Casa de Miguel Arcanjo auxiliamos praticamente todos os dias pessoas que apresentam este quadro. Arcanjo Miguel é o Guardião das Milícias Celestes e coloca seus servidores encarnados e desencarnados para “cortar estas obsessões complexas”, desde que a pessoa se coloque na direção firme de resolver estas questões.

Caso esteja passando por isso e precise de ajuda, conte conosco.

Atendimentos Espirituais

Acesse informações sobre nossas próximas atividades