Afrodite, Feitiços de Amor

É a cultuada deusa grega do amor, equivalente à deusa romana Vênus.

Contam as  lendas, que a deusa Afrodite teria sido originada através dos órgãos genitais de seu pai, Urano que foram cortados e jogados ao mar a pedido da sua mãe pelo seu irmão, Cronos, e da espuma do mar, ela teria nascido.

Seu nome tem origem obscura que possivelmente surgiu a partir do nome grego Aphrodite, que deriva da palavra aphrós, que quer dizer literalmente “espuma”.

Portanto Afrodite significa “espuma”, “espuma do mar”.

Deusa do amor, Vênus/Afrodite.

O dia da deusa é a sexta-feira, sendo sua energia recomendada para casos de paixão e questões amorosas em geral, também é ligada à  beleza, artes e prazeres em geral.

Lembrando que as “bruxas do bem” respeitam o livre arbítrio, e manipulam as energias das religiões antigas com responsabilidade. Os tempos são outros e a nossa evolução nos permite sermos maduros com nossos poderes.

As religiões antigas, costumam fazer oferendas à Afrodite. Os elementos até sincretizam com alguns costumes da Umbanda, são eles:

Pétalas de rosas, espumantes, vinho branco ou tinto, cerejas, mel, maçãs, pêssego, canela etc.

Os rituais costumam ser feitos ao som de músicas suaves e sensuais, onde os pedidos são sussurrados como mantras.

Pode-se pedir diversas coisas, como por exemplo a harmonização da sua relação.

Não se deve fazer pedidos de amarração à deusa, sendo que quem envereda para a magia negra, no momento oportuno é atuado com rigor pela Lei Maior que a tudo regula.

 

Deixe uma resposta

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.